sábado, 27 de março de 2010

Nomes de demonios

  • Abigor - Também conhecido como Eligor ou Eligos - é um Grande Duque do Inferno, regendo 60 legiões de demônios.
  • Asmodeus - Demônio da mitologia judaica, considerado um dos cinco príncipes do inferno abaixo de Lúcifer. É o demônio regente do sexo e da luxúria.
  • Astaroth - Grão duque do Inferno que seduz as pessoas por meio da beleza, da vaidade e filosofías racionalistas.
  • Azrael - Nome tradicional do Arcanjo da Morte, é também um Anjo da Morte para os muçulmanos..
  • Baphomet - Demônio hermafrodita com cabeça de bode e longos chifres, supostamente adorado pelos Templários de acordo com o Rei Filipe IV de França e com apoio do Papa Clemente V, com o intuito de desmoralizar a Ordem do Templo.
  • Belial - Personagem da mitologia cananita que determinava este Beliel como o adversário do povo "escolhido". Beliel é mencionado também no novo testamento como o oposto da luz, do bem e de Jesus Cristo. Seria o mais importante demônio na Terra, que comandava as forças da escuridão contra os "filhos da luz" que serviam Satã.
  • Belzebu - Deformação do nome de uma divindade filistéia ou cananéia, Baal Zebub ou Baal Zebulou, Príncipe dos Demônios, Senhor das Moscas e da pestilência.
  • Baal - Baal (às vezes também escrito como Bael) é um dos sete príncipes do Inferno. Ele é amplamente mencionado no Antigo Testamento, como o principal ídolo pagão dos fenícios, frequentemente associada com a deusa pagã Astarté. A princípio, porém, Baal ("Senhor", "Mestre") era um título honorífico utilizado para vários deuses que eram adorados nas cidades no Levante, cognato ao acadiano Belu.
  • Chemosh - Deus nacional de moabitas, mais tarde "demonizado" pela igreja católica. Era conhecido na Antiguidade como "a abominação de Moab".
  • Cimeries - Também conhecido como Kimaris, segundo a Ars Goetia ele monta um cavalo negro e rege todos os espíritos da África.
  • Coyote - Deus das travessuras segundo os nativos norte-americanos.
  • Caramulhão ou Diabinho da Garrafa - Um dos demônios do folclore brasileiro. Uma pessoa faz o pacto com o Capeta oferecendo-lhe sua alma, em troca de muita riqueza. Então ela procura um ovo de galinha especial, fecundado na ave pelo próprio Diabo. Daí, a pessoa leva o ovo para casa, e após 40 dias nasce um Diabinho. Pode ser chamado de Caramulhão, Cramulhão, Cramunhão ou Diabinho da Garrafa. É ele quem vai enriquecer seu dono. E no final da vida do mesmo, o Caramulhão leva a sua alma para o Inferno.
  • Dahaka - Também conhecido como Azhi Dahaka, é um dragão tricéfalo imortal da mitologia persa. Controla as tempestades e trazer doenças.
  • Diabo - Diabo (do latim diabolus, por sua vez do grego διάβολος, transl. diábolos, "caluniador" ou "acusador") é o título mais comum atribuído à entidade sobrenatural maligna da tradição judaico-cristã. Tratado como a representação do mal, em sua forma original de um anjo serafim, responsável pela guarda celestial, que foi expulso dos Céus por ter criado uma rebelião de anjos contra Deus com o intuito de tomar-lhe o trono.
  • Demogorgon - O Demogorgon, embora muitas vezes seja pertencente à mitologia grega, na verdade é atribuído a um erudito cristão de 350-400 dC, que o imaginou como o nome de um deus pagão ou demônio, associado com o Submundo e considerado um poderoso ser primordial, cujo nome havia sido tabu.
  • Diabinho da Garrafa - Veja Cramulhão
  • Djin - Veja Gênio.
  • Mammon - Mamom é um termo derivado da Bíblia, usado para descrever as riquezas materiais e a ganância, na maioria das vezes personificado como uma divindade. A própria palavra é uma transliteração da palavra hebraica "Mamom", que significa "dinheiro". Durante a Idade Média, Mammon era comumente personificado como o demônio da avareza, da riqueza e da injustiça.
  • Mania - Deusa etrusca dos mortos.
  • Mantus - Divindade infernal dos etruscos, esposo de Mania.
  • Mara - Personificação da "morte" da vida espiritual, segundo a cosmologia budista. Tentou seduzir o Buda Gautama com a visão de belas mulheres, tidas como suas filhas.
  • Marduk - Deus supremo de Babilônia.
  • Mastema - Mastema é o nome de um arqui-demônio que aparece pela primeira vez na literatura israelita do Período do Segundo Templo, como a personificação da palavra hebraica "Mastemah", que significa "ódio", "hostilidade", "inimizade" ou "perseguição".
  • Melek Taus - Alguns cristãos, muçulmanos e outros identificam Melek Taus como Lúcifer ou Satanás. Os Yazidis têm uma proibição cultural contra proferir a palavra "Satanás". Melek Taus é "Anjo de Deus", e é assim que os Yazidis o vêem.
  • Mefistófeles - Personagem satânica da Idade Média, conhecida como uma das encarnações do mal, aliado de Lúcifer na captura de almas inocentes. Em muitas culturas também se toma como sinônimo do próprio Diabo.
  • Metzli - A lua para os astecas.
  • Mictecacihuatl - Deusa asteca da morte, esposa de Mictlantecuhtli.
  • Mictlantecuhtli - Deus asteca da morte.
  • Milcom - Deus dos amonitas, confundido com Moloch.
  • Moloch - Como alguns outros deuses e demônios encontrada na Bíblia, Moloch aparece como parte da demonologia medieval, como um príncipe do Inferno. Moloch encontra prazer especial em fazer chorar as mães, especializando-se em roubar os seus filhos.
  • Mormo - Na mitologia grega, Mormo era um espírito malvado com as crianças, companheiro da deusa Hécate. O nome também é utilizado para identificar um vampiro do sexo feminino - como a criatura em histórias contadas às crianças gregas por suas enfermeiras para repreendê-los por mau comportamento. Esta referência é encontrada principalmente em algumas das peças de Aristófanes.
  • Mefisto - O mesmo que Mefistófeles (ver).

  • Lúcifer - O líder dos demônios, Príncipe das Trevas, expulso dos Céus por Deus por ter se rebelado contra ele. Antes da expulsão, ele era o "Anjo da Luz"".
  • Legião - De acordo com a Bíblia, Legião foi o nome pelo qual se identificou um dos dois homens endemoninhados, com quem Jesus se encontrou na região ao Leste do Mar da Galileia (Mateus 8:28-34; Marcos 5:1-20; Lucas 8:26-39). Provavelmente, o seu nome real não seria Legião, visto que isso se referia a estar ele possesso de muitos demônios ou espíritos maus..
  • Lilith - Lilith é referida na Cabala como a primeira mulher do bíblico Adão, sendo que em uma passagem ela é acusada de ser a serpente que levou Eva a comer o fruto proibido. No folclore popular hebreu medieval, ela é tida como a primeira esposa de Adão, que o abandonou, partindo do Jardim do Éden por causa de uma disputa sobre igualdade dos sexos, chegando depois a ser descrita como um demônio.
  • Lilin - Nome com que os judeus chamavam os súcubos.
  • Leviatan- No Satanismo, de acordo com escritor ocultista Anton LaVey, Leviatan representa o elemento Água e a direção do Ocidente. O elemento Água no Satanismo é associado com a vida e a criação, e pode ser representado por um cálice durante o ritual. Na Bíblia Satânica, Leviatan é listado como um dos Quatro Príncipes do Inferno.
  •  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário